Leia aqui o artigo de opinião de Eduardo Catroga, publicado na edição de Abril dos Cadernos de Economia, da Ordem dos Economistas.