Skip to Content

Macroeconomia / Conjuntura

Nº 2 Perspectivas Empresariais – 2º Trimestre de 2018

Consulte aqui o nº 2 da publicação trimestral do Forum para a Competitividade, que inclui: conjuntura nacional, as empresas e os seus custos, conjuntura internacional, mercados, legislação e um capítulo especial sobre as consequências do Brexit.

Integra contribuições de: Banco BIG, COSEC, PLMJ e PWC/CCR Legal

  • É necessário eliminar os incentivos perversos que existem,

que fazem que, em muitos casos, um trabalhador que aceita

um emprego passa a receber menos (em termos líquidos)

do que permanecendo no desemprego.

 

  • O Brexit é um jogo de soma negativa, em que (quase) todos

perdem, mas o Reino Unido perde muito mais do que todos

os outros. A resposta portuguesa a este desafio deve ser:

concretizar as reformas adiadas, para inverter as quase

duas últimas décadas de estagnação e ser muito mais

pró-activo na angariação do IDE que vai deixar de ir para o

Reino Unido.

Nota de Conjuntura nº 25 – Maio de 2018

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, relativa ao mês de Maio de 2018.

Com o emprego a subir 3,2% no 1º trimestre, o PIB deveria estar a subir a 4,5% e não a 2,1%, com a produtividade a cair ainda mais do que no trimestre precedente.

INE – PIB e carga fiscal

Aqui – “Produto Interno Bruto aumentou 2,1% em volume – 1º Trimestre de 2018″, dados divulgados hoje, dia 15/05/2018

Aqui – “Carga fiscal aumenta para 34,7% do PIB – 2017″, dados divulgados ontem, dia 14/05/2018

As exportações diminuíram 5,7% e as importações aumentaram 0,1%, respectivamente, em termos nominais – Março de 2018

Consulte aqui dos dados divulgados pelo INE hoje, dia 10/05/2018.

Nota de Conjuntura nº 24 – Abril de 2018

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, relativa ao mês de Abril de 2018.

De acordo com o FMI, entre 2018 e 2023, a Grécia deverá abandonar o pelotão dos piores, mas Portugal não, passando a ter o 2º pior crescimento da UE.

Entre 2018 e 2022, a redução do défice estrutural é de apenas 0,4 pp em 2018 e 0,3 pp em 2019, o que é inferior ao recomendado pela Comissão Europeia. Como pensamos que a redução do défice estrutural estará sobrestimada, isso afasta-o ainda mais do recomendado.

Estes são alguns dos temas que desenvolvemos na nossa Nota de Conjuntura de Abril de 2018.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ... 55 56