Skip to Content

Microeconomia / Empresas

Nº 7 Perspectivas Empresariais – 3º Trimestre de 2019

Consulte aqui o nº 7 da publicação trimestral do Forum para a Competitividade, que inclui: conjuntura nacional, as empresas e os seus custos; conjuntura internacional; mercados; legislação; e os especiais “Angola: uma oportunidade após a outra, lá como cá!” e “Exportar para a China”.

Inclui contributos de: Banco BIG, COSEC, PLMJ e PwC/CCR Legal

***

É opinião unânime das diversas instituições que a economia portuguesa deverá desacelerar em 2019 e de novo em 2020 e 2021, em linha com a desaceleração internacional.

As alterações ao Código do Trabalho introduzem uma nova norma que impossibilita o afastamento das normas deste Código relativas à contratação de trabalhadores a termo por parte de instrumentos de regulamentação colectiva, uma importante (e dificilmente justificável) limitação à autorregulação do mercado laboral.

Nº 6 Perspectivas Empresariais – 2º Trimestre de 2019

Consulte aqui o nº 6 da publicação trimestral do Forum para a Competitividade, que inclui: conjuntura nacional; as empresas e os seus custos; conjuntura internacional; mercados; legislação; e os especiais “Reformas no Brasil” e “O exemplo de Espanha”.

Inclui contributos de: Banco BIG, COSEC e PwC/CCR Legal

***

Em relação ao trimestre anterior, verificou-se uma generalizada revisão em baixa das previsões económicas internacionais para 2019 e 2020, um risco para as exportações portuguesas.

Nº 5 Perspectivas Empresariais – 1º Trimestre de 2019

Consulte aqui o nº 5 da publicação trimestral do Forum para a Competitividade, que inclui: conjuntura nacional, as empresas e os seus custos, conjuntura internacional, mercados, legislação e o especial “o caso de sucesso da Eslováquia”.

Integra contributos de: Banco BIG, COSEC e PwC/CCR Legal

***

A economia portuguesa deve desacelerar nos próximos anos, quer por razões do lado da oferta, quer do lado da procura.  Excluindo as previsões extremas, o PIB de 2019 deve crescer entre 1,6% e 1,9%.

A Eslováquia tem vindo a aplicar um conjunto muito alargado de reformas, o que lhe permitiu passar de um rendimento per capita de 45,7% da UE em 1993 para 81,4% da UE em 2018, tendo ultrapassado Portugal em 2012. É um caso de sucesso que merece ser estudado com maior detalhe.

 

Empresas não financeiras aceleraram o crescimento dos principais indicadores económicos – 2017

Consulte aqui os dados divulgados pelo INE hoje, dia 13/02/2019

Resultados do inquérito do INE apontam para um aumento de 1,9% do investimento empresarial em 2018

Consulte aqui os dados divulgados pelo INE, no passado dia 25/01/2019.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ... 25 26
Power by

Download Free AZ | Free Wordpress Themes