Skip to Content

Nota de Conjuntura

Nota de Conjuntura nº 35 – Março de 2019

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, relativa ao mês de Março de 2019.

Em 2018, o PIB de Portugal cresceu 2,1%, mas o rendimento nacional só cresceu 1,7%, devido à nossa elevada dívida externa, que desvia muitos recursos para o exterior.

Devido à clara deterioração do ambiente externo, as perspectivas para Portugal estão agora piores e, assim, o Forum para a Competitividade prevê que a economia desacelere para entre 1,3% e 1,6% em 2019.

Nota de Conjuntura nº 34 – Fevereiro de 2019

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, relativa ao mês de Fevereiro de 2019.

O emprego, em termos de contas nacionais, cresceu 2,3% em 2018, mais do que a subida de 2,1% do PIB. Ou seja, a produtividade caiu 0,2%. Com este crescimento do emprego, o PIB poderia estar a subir 4%.

Em 2019 e 2020, até a Grécia crescerá mais do que Portugal.

Nota de Conjuntura nº 33 – Janeiro de 2019

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, relativa ao mês de Janeiro de 2019.

No 4º trimestre de 2018, a economia portuguesa terá crescido entre 1,8% e 2,0% em termos homólogos, desacelerando dos 2,1% do trimestre anterior. Para o conjunto do ano, o crescimento ter-se-á fixado entre 2,1% e 2,2%, um nítido abrandamento face aos 2,8% de 2017.

Em total e flagrante contraste com o bom comportamento da generalidade dos novos Estados-Membros da UE, Portugal teve um desempenho oposto, de clara divergência, tendo baixado de um rendimento que era, em 2000, 84% da média europeia, para apenas 74% em 2018.

Nota de Conjuntura nº 32 – Dezembro de 2018

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, referente ao mês de Dezembro de 2018.

Em Dezembro, o Banco de Portugal revelou novas previsões de crescimento, mais pessimistas do que anteriormente. Foram as exportações que foram revistas em baixa, o que aumenta os riscos para as estimativas para o corrente ano, devido à desaceleração mundial em curso.

Portugal não tem economia – nem muito menos finanças públicas – que permitam sustentar a semana das 35 horas na administração pública, que está a provocar o caos na saúde.

Nota de Conjuntura nº 31 – Novembro de 2018

Consulte aqui a Nota de Conjuntura do Forum para a Competitividade, referente ao mês de Novembro de 2018.

Se entre 2000 e 2017, Portugal tivesse crescido tanto como Espanha (31,3% em vez de apenas 7,5%), o nosso PIB seria actualmente 43 mil milhões de euros superior e isso geraria uma margem de 18 mil milhões de euros de receita pública adicional, que permitiria o “milagre” de conseguir três objectivos, todos eles favoráveis: um défice público menor, impostos mais baixos e aumentar o investimento público.

Se o nosso crescimento tivesse tido a qualidade do espanhol (com défices externos limitados), também não teria sido necessário pedir ajuda à “troika”, nem uma dose tão elevada de austeridade.

1 2 3 4 5
Power by

Download Free AZ | Free Wordpress Themes