Leia aqui o artigo de opinião de Luís Todo Bom, publicado no Jornal de Negócios de hoje, dia 03/06/2013.

“O único mecanismo que garante a renovação, nas organizações conservadoras, é a limitação de mandatos, que tem vindo a ser implementada em grande número de organizações públicas, conservadoras por definição, por via de diplomas legais ou dos seus próprios estatutos.”